Sobre

Meu nome é Corra. Tenho 24 anos agora e sou estudante da ciência florestal na Alemanha.

 

Mas o meu verdadeiro caminho da vida é o ioga. Eu sempre me perguntava o que seria o sentido da vida. Nunca acreditava que essa vida curta fosse tudo, que a matéria fosse o absoluto. Tinha que haver um sentido mais profundo, uma coisa imortal dentro de nós. Mas, mais importante para mim, era a pergunta: tem alguém lá no universo, alguém com amor incondicional para todos os seres? Alguém quem entende cada alma? Alguém cujo coração pode ser o lar para todos? Eu tinha tanta saudade de conhecê-lo! Experimentei várias religiões, mas elas sempre continham conceitos e atitudes que eu não pude aceitar. Mesmo assim, sempre senti que alguma coisa nas religiões era extremamente importante para mim.

 

Eu estava sozinha com todas essas perguntas, pois eu não gostava de todos esses "gurus" e "iluminados". Mas finalmente, encontrei duas pessoas que me ajudaram e ainda me ajudam até hoje. Essas pessoas são a minha querida Gauri, minha gurini, e o Vayu (Alfred Ballabene), o guru dela. Eles me apoiam muito e estou grata por tudo o que eles me deram. O que eles me ensinaram não é um ioga dogmático e caraterizado de opiniões rígidas, mas um verdadeiro caminho o qual é baseado em experiências e vivências próprias. É um caminho longo e às vezes muito difícil, mas é um caminho honesto porque vem da própria alma, sem disfarce. É um caminho de auto-conhecimento, de auto-aceitação e transformação interior. Nesse caminho, eu também experienciei que realmente existe esse amor incondicional para todos os seres. Tem até mais do que eu esperava, e agora eu sei que eu nunca vou estar sozinha.

 

Gauri e Vayu fizeram websites com muita informação valiosa, sobre simbologia onírica, sobre projeção da consciência (OBE – out-of-body experience), planos astrais e outros temas. Agora eu vou traduzir esses sites do alemão para o português (e também para o inglês – com o meu amigo Seth; veja os links!). Ainda vai demorar um tempo para traduzir tudo, mas com o passar do tempo, quero fornecer cada vez mais informações aqui. Também vou incluir as minhas próprias experiências e conhecimentos, porque esse site não deve ser uma cópia simples – experiência e conhecimento sempre tem que andar juntos.

 

Também quero dizer muito obrigada à minha professora de português, ela corrigiu muitas das minhas traduções e meus textos; e também ao meu outro professor de português, quem ajudou também. Gosto muito de trabalhar com eles.

 

O nome do site é "peregrino espiritual", porque isso é que somos dentro de nós – uma alma que está à procura do caminho verdadeiro, um peregrino entre os mundos físicos e transcendentes, numa viagem sem fim.

 

O "pelicano" (aqui uma águia) como símbolo religioso do amor divino, como ele pode ser encontrado na simbologia cristã

 

© Corra, 2017