O Corpo Etérico

Os dois termos "corpo etérico" e "corpo fluido" – ambos uma escolha infeliz – referem-se a uma aparência energética do ser humano; uma aparência que é composto duma matéria que é mais sutil do que o físico, mas mais densa do que o astral. O termo "corpo etérico" foi caraterizado pelos teósofos, especialmente por Helena Petrovna Blavatsky (1831 – 1891) e por Charles Webster Leadbeater (1847 – 1934). Paracelso (Philippus Aureolus Theophrastus Bombastus von Hohenheim, 1493 – 1541) descreveu um "corpo sidérico", um termo que se referiu a uma coisa semelhante ou talvez à mesma coisa. O termo "corpo fluido" foi usado por cientistas ocultos franceses. Especialmente Hector Durville (1849 – 1923) e Albert De Rochas (1837 – 1914) estudaram muito o corpo etérico/ fluido, mesmo que quase ninguém se lembre deles hoje em dia.

 

Na teosofia, o corpo etérico é entendido como ligação entre o corpo astral (transcendente) e o corpo físico (material). Na verdade, o corpo etérico não é um "corpo" nesse sentido. Ele é composto do corpo astral e duma parte da energia etérica (= mais denso do que a matéria astral), que ainda está aderindo ao corpo astral. Quando o corpo astral sai do corpo físico, uma parte da matéria etérica (que todos os seres possuem) adere ao corpo astral. O "cordão de prata" liga essa parte da energia etérica à energia etérica que ainda adere ao corpo físico. Quando a pessoa muda completamente para o corpo astral (normalmente isso acontece após duma distância certa do corpo físico, cerca de 10 – 20 metros), a energia etérica está retirada e volta para o corpo físico. Só depois disso, o corpo astral pode se movimentar livremente.

 

Já os egitos antigos acreditaram num corpo etérico. Eles o chamaram "Ka", a "alma da respiração". Nas ilustrações do Egito antigo, esse "double" foi representado com um dedo apontando para a boca – isso é uma indicação da "respiração". Tal como em outras culturas, o éter (matéria etérica) foi considerado ligado à respiração (em alemão existe a expressão "die Seele aushauchen" = "exhalar a sua alma").

 

Khnum, criando o corpo físico e o ka (corpo etérico) do homem

 

Outros sinónimos do corpo etérico:

  • corpo vital ou veículo da energia vital (teósofos)

  • linga sharira (teósofos)

  • pranamaya kosha (ioga)

  • corpo energético, corpo fluido (ocultistas)

 

© Alfred Ballabene (Viena) traduzido por Corra